CAMPO E LAVOURA | Ganhou terreno

Não é apenas na média do Rio Grande do Sul que o trigo deve ganhar terreno nesta safra de inverno. A estimativa inicial da Emater mostra que há perspectiva de ampliação nas 12 regionais de atuação. Inclusive onde a cultura tem pouca expressividade.

Ijuí tem a estimativa de ser a maior área: 261,04 mil hectares, o que representa crescimento de 20,44% sobre o ano passado. Por outro lado, a regional que soma o menor espaço com trigo é a que tem o maior avanço percentual. Porto Alegre deverá ampliar em 120% o cultivo, com 1,1 mil hectares. Outro dado que chama a atenção é a retomada no entorno de Bagé, na Campanha (alta de 65,6%, com 79,17 mil hectares).

De uma forma geral, no entanto, a produção está concentrada na Metade Norte, com Ijuí, Santa Rosa e Frederico Westphalen com as maiores áreas do cereal. No levantamento feito, 286 municípios do Estado informaram que plantam trigo.

As previsões de tempo apontam, segundo o meteorologista Flávio Varone, inverno dentro da normalidade (chuva regular e frio):

– As condições até o final da estação são bastante favoráveis.

Na primavera, há possível ocorrência de La Niña de fraca intensidade, determinando leve redução das precipitações. Em outubro, o tempo tende a ficar mais seco, o que é desejável para a etapa de desenvolvimento em que as lavouras estarão.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!