CAMPO E LAVOURA | Gafanhotos seguem monitorados

A Secretaria da Agricultura tem recebido informações pontuais sobre presença de gafanhotos no Estado. Os técnicos mantêm o monitoramento e, conforme o chefe da Divisão de Defesa Vegetal, Ricardo Felicetti, os relatos não são de agricultores. Até o momento, reforça, o quadro se mantém sem ocorrências de perdas agrícolas.

A espécie mais avistada tem sido a Chromacris speciosa, conhecida como gafanhoto soldado, em razão das cores camufladas apresentadas na fase adulta. O último relatório técnico foi divulgado antes do Natal, em 21 de dezembro. Na ocasião, haviam sido feitos 108 levantamentos, com 67 incidências sendo verificadas em oito municípios do Estado.

A incidência é de 49,82% na área vistoriada (8,38 mil hectares), com uma desfolha média de 6,64%.

A baixa umidade do solo na Região Noroeste ocasionou perdas em lavouras voltadas à produção de milho doce verde para venda. Isso reduziu a oferta, elevando o valor da espiga para R$ 0,70, aponta boletim da Emater.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *