CAMPO E LAVOURA | Fetag sobe o tom das críticas

Por meio de nota, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-RS) criticou a falta de ações da União para produtores afetados por efeitos da pandemia e da estiagem. Avalia que as medidas já anunciadas “auxiliam alguns setores da sociedade, mas são insuficientes”. Solicita ainda suspensão do pagamento dos juros e amortizações da dívida pública pelo período de três anos, para destinar o valor para enfrentamento da grave crise causada pela Covid-19. Também cobra resposta à pauta entregue por entidades para amenizar prejuízos pela falta de chuva.

– Se gostam tanto de seguir padrões estrangeiros em alguns aspectos, busquem agora inspirações nas ações feitas por outras nações, como EUA e o vizinho Uruguai, onde o presidente e os seus ministros diminuíram os próprios salários para auxiliar no combate à doença – salienta o presidente Carlos Joel da Silva.

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!