CAMPO E LAVOURA – Faturamento recorde

Em um ano no qual os brasileiros passaram a beber mais vinho, a Aurora registrou o maior faturamento de sua história. Em 2020, a cooperativa de Bento Gonçalves, na Serra, teve receita de R$ 701 milhões, alta de 26% em relação a 2019. O crescimento de dois dígitos é resultado da comercialização de 81 milhões de litros de bebidas à base de uva, incremento de 7,5 milhões de litros.

O diretor superintendente da Aurora, Hermínio Ficagna, aponta que fatores como o aumento no consumo das bebidas durante a pandemia e os reajustes motivados pelo incremento nos custos produtivos alavancaram o faturamento. Ficagna lembra que o resultado poderia ter sido ainda mais expressivo, caso não faltasse matéria- prima no último trimestre.

– Só não vendemos mais no ano passado porque faltou vasilhame. Chegamos a ficar três meses sem alguns produtos, como espumantes moscatéis. Deixamos de faturar mais de R$ 50 milhões pela falta de espumantes e suco de uva – afirma Ficagna.

Um dos principais destaques em 2020 foram os vinhos finos, com a comercialização alcançando 9,7 milhões de litros, o dobro do ano anterior. O volume equivale a 40% do total da bebida consumida em todo o país no período. Entre rótulos finos e de mesa, as vendas chegaram a 4,2 milhões de caixas.

Na temporada passada, também saíram da fábrica serrana 823 mil caixas de espumantes e 724 mil caixas de keep cooler.

Ainda assim, o suco de uva integral se manteve como carro-chefe da empresa, totalizando 5,3 milhões de caixas negociadas. O resultado representa incremento de 17% frente 2019.

FERNANDO SOARES – INTERINO

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *