Campo e Lavoura – Exame de mormo é pré-requisito para a Cavalgada do Mar

 

Exigência veio em decorrência dos casos da doença registrados no Estado

Exame de mormo é pré-requisito para a Cavalgada do Mar  Antenor Tatsch Jr./Divulgação

Tradicional evento realizado no Litoral começa no próximo dia 30, em Torres, e termina no dia 6 de fevereiro em Dunas AltasFoto: Antenor Tatsch Jr. / Divulgação

Na próxima semana, o Rio Grande do Sul dará início a um dos mais tradicionais eventos do Litoral, a Cavalgada do Mar. Para esta edição, é importante que os criadores lembrem de nova exigência. Além do exame de anemia infecciosa e da vacinação contra a influenza, agora será necessário o teste para o mormo.

Como o prazo para a entrega do exame é de até cinco dias, melhor não deixar para a última hora. Coincidência ou não, da semana passada para cá, a Clínica Hípica, em Porto Alegre, única no Estado autorizada a fazer o exame, percebeu aumento na procura. A média diária, que costuma ser de 800 testes pulou para 1,7 mil.

Leia outras colunas

Responsável técnico da cavalgada, o médico veterinário Henrique dos Reis Noronha não projeta redução da participação no evento por conta da nova exigência. No ano passado, vários desfiles farroupilhas foram cancelados no Estado.

– Na hora da cavalgada, os animais recebem um lacre, colocado na pata dianteira, que é uma garantia de que aquele cavalo apresentou todos os documentos necessários – explica Noronha.

Como a inscrição é feita no local da partida, em Torres, o número exato de participantes só será conhecido dia 29, quando ocorre a concentração – a abertura oficial é dia 30. A estimativa é de que 500 cavaleiros participem.

Por: Gisele Loeblein

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *