CAMPO E LAVOURA – Entre um trecho e outro

Uma dificuldade nas propriedades rurais transformada em solução a partir da inspiração vinda do Exterior. Esse poderia ser um breve resumo da tecnologia que a gaúcha Insul desenvolveu por meio de parceria com a Braskem. Depois de quase dois anos de trabalho, o prolipropileno dá forma ao primeiro distanciador de cerca de plástico produzido no Brasil. Também chamado de trama, serve para manter os arames no espaçamento correto, evitando a passagem dos animais.

Sócio e diretor comercial da Insul, Guilherme Ache explica que, ao trazer a ideia para cá, um dos objetivos era driblar a dificuldade em encontrar mão de obra para instalar distanciadores convencionais de madeira. E em uma visita à Nova Zelândia, Ache viu um modelo que poderia ser trazido à realidade brasileira:

– Identificamos que poderia ter potencial, pela vasta extensão de terra e criação de animais. E pela facilidade, agilidade e praticidade de instalar.

No lugar da madeira, entrava o plástico. Ao decidir apostar na ideia, a empresa, que tem unidade de produção em Cachoeira do Sul mas vende para todo o Brasil por meio de seu e-commerce, buscou o apoio da Braskem, com ações voltadas às demandas do setor agropecuário.

– Com base na relevância do setor, investimos constantemente em soluções e tecnologias para apoiar o avanço das atividades agrícolas – explica Ana Paiva, responsável pela Plataforma Agro da Braskem.

O resultado da soma de esforços foi a criação do produto, que agora chega ao mercado. Com 50% dos negócios voltados ao público rural, a Insul projeta ser possível uma adesão à novidade (batizada de Tramafácil) de 15% a 20% da base de clientes.

Entre os benefícios apontados estão praticidade, menor tempo e redução do custo de instalação.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *