CAMPO E LAVOURA | E o produtor, o que diz?

Muito antes da decisão tomada pelas entidades organizadoras, o produtor José Luiz Pereira Dias, da Cabanha Dona Rosa, de Cachoeira do Sul, já havia decidido que não participaria da exposição. Criador de ovinos da raça texel e de gado de corte da raça angus, o também advogado avaliava como altos os riscos, inclusive legais, de colocar uma equipe no parque durante o período de nove dias da exposição.

– Acho que prevaleceu o bom senso e a prudência – avalia.

Um dos proprietários da Cabanha Reconquista, o ex-vice-governador José Paulo Cairoli sugeria que a feira fosse adiada para o final de setembro – como foi. Mas entende que, diante da necessidade da definição sair agora, não havia outra solução a não ser o cancelamento:

– Acho que foi a medida correta diante das dificuldades.Os produtores que estavam preparando animais já tiveram a despesa. Mas nada impede de as provas serem realizadas.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!