CAMPO E LAVOURA – Carga completa

Depois de cinco dias de embarque, em uma operação que mobilizou o porto de Rio Grande, partiu ontem do terminal gaúcho a maior carga de bovinos vivos. Os 24,71 mil animais estavam a bordo do navio MV Nada, que tem como destinos Líbano e Turquia. Essa é a maior quantidade de gado em pé exportada via terminal gaúcho em uma única saída.

Superintendente do porto, Fernando Estima avalia que essa movimentação de gado com navios maiores pode ser vista como reflexo da ampliação do calado, para 14,5 metros:

– Consolida o porto de Rio Grande como um hub da América do Sul.

A homologação do calado pela Marinha deve sair no próximo mês. Segundo o superintendente, já há uma pré-agenda estabelecida.

O trabalho para viabilizar o atual embarque começou ainda antes. Auditores fiscais federais agropecuários do Ministério da Agricultura acompanham todo o procedimento, que envolve a parte documental, sanitária, leitura dos chips nos animais e também a verificação das condições de bem-estar animal.

– A nossa avaliação, como equipe, é de que o nosso dever como servidor público foi cumprido. A fiscalização desse embarque foi uma verdadeira maratona para os envolvidos – avalia Carolina Menezes, do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional.

Há dois anos, a movimentação de gado em pé tem sido acima de cem mil exemplares. No ano passado, chegou a 130,91 mil bovinos. Parcial até agosto, sem contabilizar a carga despachada, indicava 44,82 mil animais.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!