CAMPO E LAVOURA | Alimentos foram quase um terço das cargas em contêineres

Nas águas das exportações gaúchas em contêineres, os alimentos ocuparam espaço importante nos resultados de 2020: representaram quase um terço do total movimentado pelo Tecon, no porto de Rio Grande. No topo do ranking ficaram arroz, carne suína e bovina, com crescimentos abastecidos pelo apetite em meio à pandemia.

– Uma coisa posso dizer: vai crescer, vem crescendo. Vejo boa oportunidade no agronegócio – diz Paulo Bertinetti, diretor-presidente do Tecon, sobre a expansão de embarques no terminal de produtos do setor.

Outro item que ganhou espaço foi a farinha de trigo. Saíram rumo a outros Estados brasileros, em especial Alagoas e Pernambuco, 275 contêineres carregados com o produto, somando 7,7 mil toneladas, quase o triplo de 2019.

Com destino à Venezuela, mais 147 contêineres, em um total de 3,8 mil toneladas. Um avanço desde o último embarque, de oito estruturas, registrado em 2017.

Com apenas um contêiner despachado em 2019, o farelo de aveia zarpou em 48 unidades no ano passado, somando 1,2 mil toneladas, rumo a países como Chile, Colômbia e Costa Rica.

Com protocolos já assimilados para lidar com a pandemia, o Tecon se preparou para um primeiro semestre sem muita diferença em relação ao cenário do ano passado. Por ora, o desafio a ser vencido, relata Bertinetti, é a dificuldade de contêineres vazios para atender à exportação.

NO RADAR

Depois de dois anos consecutivos de cancelamento, por conta da pandemia, a 20ª edição da Expoagro-Afubra já tem data marcada para 2022. O evento, realizado em Rio Pardo, está previsto para 23 a 26 de março.

***

39% foi o avanço nos registros de gado de corte em 2020, aponta a Associação Nacional de Criadores de Herd-Book Collares. Foram 64,27 mil registros no ano passado ante 46,15 mil em 2019. Nos últimos meses, pelo menos seis raças iniciaram o processo junto à associação. Foram elas: texas longhorn, bravon, gelbvieh, black hereford, speckle park e pitangueiras.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *