CAMPO ABERTO – TOMANDO FORMA

Agora é mirar o Senado para garantir que a Política Nacional de Biocombustíveis se torne realidade.

O chamado RenovaBio foi aprovado na Câmara dos Deputados. Tem foco no aumento da produção de biocombustíveis e no cumprimento das metas do Acordo de Paris para redução da emissão de gases de efeito estufa.

Para receber aval dos deputados, o texto sofreu modificações em relação à proposta original, como a que estipulava valores obrigatórios de mistura para biocombustíveis, a serem atingidos em prazos determinados.

– Isso não impede que o projeto continue tendo nosso apoio. Ele define uma política aos biocombustíveis – afirma Julio Cesar Minelli, diretor superintendente da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil.

Os percentuais de mistura do biodiesel têm sido definidos pelo Conselho Nacional de Política Energética. Hoje, está em vigor a B8 (percentual de 8% de biodiesel).

O RenovaBio, que inclui outros tipos de biocombustível, como o etanol, também abrirá espaço para a certificação da produção eficiente.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *