CAMPO ABERTO – SABOR DE FRIO

Maior produtor nacional de bergamota, Montenegro se prepara para a abertura oficial da safra de citros do Rio Grande do Sul. Embora a fruta seja o carro-chefe da produção, o município do Vale do Caí produz também limão e laranja.

A estimativa da colheita é de 200 mil toneladas das variedades caí, poncã, pareci e montenegrina – a queridinha da região. Do total da safra gaúcha, 70% é produzida em Montenegro, que hoje tem 8% do cultivo no sistema orgânico, segundo o prefeito Kadu Müller (PP).

O tempo pode influenciar no resultado da safra. O ideal é que as temperaturas comecem a cair, salienta o produtor de citros e agrônomo Ricardo Senger. O excesso de calor e de chuva facilitam o aparecimento de doenças nas frutas. Senger ressalta ainda que os agricultores estão buscando técnicas de armazenagem da produção, além do cuidado para deixar as bergamotas mais bonitas e atrativas para o consumidor. Um exemplo é a retirada do talo das folhas.

A programação da abertura oficial da safra garantirá espaço também às agroindústrias do Vale do Caí. Famílias da região preparam geleias, pães e cucas feitas com citros para degustação e venda ao público. A cerimônia simbólica da colheita será realizada na propriedade rural de Cláudio Fernando Kauer, na localidade de Santos Reis.

joana.colussi@zerohora.com.br

JOANA COLUSSI

Fonte : Zero Hora