CAMPO ABERTO – RASANTES NAS LAVOURAS DO PAÍS

O Rio Grande do Sul se manteve na segunda posição no ranking nacional de aeronaves agrícolas. Balanço divulgado ontem, na programação da Abertura da Colheita do Arroz, pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), mostra, no entanto, que o perfil do Estado difere de Mato Grosso, primeiro colocado (veja acima). Lá, cresce o número de aviões privados – hoje, 25% dos 2,19 mil aparelhos no país são de produtores.

– O número de equipamentos cresceu porque as áreas em que a aviação agrícola atua aumentaram, caso da soja, do algodão e da cana. Também é reflexo da segurança e da legalidade da atividade – entende Gustavo Colle, diretor-executivo do Sindag.

O dirigente acrescenta que o esclarecimento em torno da atividade – todas as empresas do setor precisam ter registro na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e no Ministério da Agricultura – também tem feito com que os agricultores vençam desconfianças.

0,4% deve ser o crescimento do PIB agropecuário em 2019, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O percentual foi revisado em relação ao final de 2018, quando se previa expansão de 0,9%.

SÉRGIO TURRA E LUIS CARLOS HEINZE PROMETEM DOBRADINHA PARA LEVAR ADIANTE O DEBATE SOBRE CONTRABANDO E PIRATARIA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS. O DEPUTADO ESTADUAL E O SENADOR DO PP ESTIVERAM REUNIDOS ONTEM PARA TRATAR DO ASSUNTO. SABEMOS QUE NOSSAS FRONTEIRAS SÃO PORTAS DE ENTRADA PARA PRODUTOS PIRATAS, AFIRMOU TURRA.

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *