CAMPO ABERTO – PASSADO, PRESENTE E FUTURO DA SAFRA

As projeções da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a atual safra de milho só serão conhecidas no próximo mês, quando o órgão realiza o primeiro levantamento do ciclo 2017/2018. Mas é possível perceber a intenção de redução de área, ainda que os percentuais sejam bastante distintos.

– Em áreas de pivô, tem muita gente optando por não semear. Como existem projeções variadas, das mais pessimistas às mais otimistas, temos de nos basear na quantidade de semente vendida – explica Carlos Bestetti, superintendente da Conab no Estado.

Ontem, a companhia divulgou o último estudo do ciclo 2016/2017, confirmando volume histórico de 33,57 milhões de toneladas de grãos. Também apresentou balanço da safra de trigo, mantendo redução de área de 10%, mas ampliando recuo da produção para 28%, somando 1,8 milhão de toneladas.

gisele.loeblein@zerohora.com.br zerohora.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *