CAMPO ABERTO – PARA FIDELIZAR O PALADAR

A ideia é fazer o consumidor gaúcho conhecer para que possa cada vez mais apreciar o produto feito no Rio Grande do Sul. Por isso, o Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), em parceria com a Secretaria da Agricultura, quer tornar sistemática a realização da feira de azeites de oliva da safra 2019 na Capital. Amanhã, e em todos os primeiros sábados do mês, o espaço da secretaria, no bairro Menino Deus, receberá o evento, das 8h às 13h. Conforme Paulo Marchioretto, presidente do Ibraoliva, hoje, o Estado tem 24 marcas com registro – 20 devem participar da feira:

– É para as pessoas conhecerem o produto e darem publicidade ao azeite.

E, no caso desse produto, diferentemente do vinho, quanto mais fresco, melhor. Marchioretto explica que quanto mais "jovem", mais as qualidades benéficas do azeite são preservadas. A ação da luz, do calor e do oxigênio interfere nessas características.

A estimativa é de que o RS produza até 200 mil litros na atual temporada.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!