CAMPO ABERTO – NO RADAR

A PRESENÇA DE Jair Bolsonaro acabou sendo o prato principal do jantar servidos na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil a representantes dos países árabes ontem à noite. A participação acabou saindo melhor que a encomenda para a entidade e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que vinham alinhavando o encontro ainda antes da viagem do presidente a Israel.

PROBLEMAS NO CAMINHO

Nas contas de Fabiano Graciola, produtor de aves no interior de Encantado, no Vale do Taquari, o mês de janeiro teve apenas 19 dias de energia elétrica.

Em outros 12 dias (não sequenciais), o fornecimento, vital para a criação de 40 mil aves, ficou interrompido. Sem luz, ficam comprometidos o funcionamento automático da distribuição de ração e de ventiladores usados para reduzir a sensação de calor dos animais no verão.

– Já aconteceu de cair um simples fusível e a gente ficar três dias sem luz. Falta manutenção na rede, qualquer ventinho encosta a vegetação nos fios – conta Graciola.

Histórias como as dele serão contadas hoje na audiência pública conjunta das comissões de Agricultura, de Defesa do Consumidor e de Serviços Públicos que será realizada na Assembleia Legislativa.

– Esperamos que as concessionárias e as agências reguladoras tenham posicionamento claro do que e quando fazer para resolver os problemas, que venham com propostas – afirma Elton Weber (PSB), presidente da Comissão Mista Permanente de Defesa do Consumidor da Assembleia e um dos proponentes do debate, ao lado de Edson Brum (MDB) e Pepe Vargas (PT).

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora