CAMPO ABERTO | NO RADAR

A PRIMAVERA, que começa neste sábado, deverá ser marcada por El Niño de curta duração e moderado, segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Para a Região Sul, o fenômeno deverá trazer chuva acima da média, podendo impactar no plantio das lavouras de verão.

Os MINISTROS DA AGRICULTURA DO BRASIL, BLAIRO MAGGI, E DO CHILE, ANTONIO PRIETO, ASSINARAM EM BUENOS AIRES ACORDO PARA FACILITAR O COMÉRCIO DE PRODUTOS ORGÂNICOS ENTRE OS DOIS PAÍSES. ESSE É O PRIMEIRO pacto de SEMELHANÇAS NaS NORMATIVAS DE PRODUÇÃO ORGÂNICA NEGOCIADO ENTRE PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL.

Uma das principais bacias leiteiras no Estado, a Região Noroeste ganhou neste mês um laboratório de diagnóstico de doenças bovinas. Instalado no Hospital Veterinário da Universidade de Cruz Alta (Unicruz), o empreendimento recebeu investimento de R$ 1,2 milhão do Banco Mundial, repassados ao Polo Tecnológico do Alto Jacuí, por meio do governo do Estado. O serviço era uma antiga reivindicação de produtores, que mandavam amostras biológicas para Santa Maria ou Porto Alegre.

– A ausência de um laboratório era uma queixa recorrente, pois onerava os produtores, a maioria familiares – conta a professora Patrícia Wolkmer, coordenadora do laboratório.

Com o diagnóstico mais próximo e rápido, a intenção de um grupo de sete veterinários da Unicruz é investigar as causas das doenças que acometem os animais – afetando principalmente a reprodução.

– O laboratório servirá também para pesquisa e extensão de professores e alunos, buscando soluções e levando apoio técnico à pecuária leiteira na região – detalha Patrícia.

Com a abertura do laboratório, serão intensificados os cursos de treinamento de produtores para coleta correta de materiais biológicos no campo – como sangue, placenta e feto, quando for o caso de aborto. No futuro, a ideia é ampliar os diagnósticos para doenças suínas, de aves e de cães. ANÁLISE PRECISA

joana.colussi@zerohora.com.br 3218-4709

JOANA COLUSSI

Fonte: Zero Hora