CAMPO ABERTO – MÁQUINAS A CAMPO

A colheita de arroz começa a ganhar espaço nas lavouras da zona sul do Estado. Na Fazenda Santa Maria, em Rio Grande, os trabalhos já começaram.

Quatro colheitadeiras percorrerão os 1,06 mil hectares cultivados com o cereal, em uma jornada que deve se estender por período de 40 dias.

A propriedade, que pertence à Arrozeira Pelotas, de Pelotas, foi atingida pelo excesso de chuva, mas ainda assim, a expectativa é de que a redução de produtividade seja pequena. A projeção é de 9 mil quilos por hectare, dentro da média histórica registrada pela empresa.

– Foram cerca de 380 mm de chuva em janeiro, o dobro da média para o mês, bem no período da floração. Alguma perda teremos, mas a qualidade das primeiras áreas colhidas está muito boa – avalia Fábio Praz Costa, supervisor geral da Fazenda Santa Maria, da Arrozeira Pelotas.

A Abertura Oficial da Colheita do Arroz dá início hoje a sua programação na Estação Experimental Terras Baixas, da Embrapa, em Capão do Leão. A cerimônia simbólica, com a presença de autoridades, será na sexta-feira. A vinda da ministra Tereza Cristina e a participação do governador Eduardo Leite – que confirmou presença no evento – aumentam as expectativas de anúncio de medidas capazes de aplacar a crise enfrentada pelos produtores.

A cultura sofreu redução de 60% do volume produzido, em relação à safra passada, devido aos problemas climáticos.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *