CAMPO ABERTO – MAIS SOJA À VISTA

Das 2,46 milhões de toneladas movimentadas no porto de Rio Grande em janeiro, 684,9 mil toneladas foram do complexo soja. O volume de óleo, farelo e grão é 12% maior do que em igual mês de 2017.

Com a nova safra se encaminhando para a colheita – e o consequente aumento da quantidade escoada pelo porto gaúcho -, a necessidade da dragagem de manutenção voltará à tona. Com dificuldades de obter a licença ambiental para a obra completa, o governo estadual optou por realizar a limpeza em etapas. Ficou de apresentar ainda neste mês novo projeto ao Ibama. Isso depende, no entanto, de levantamento para identificar o volume de sedimento a ser retirado. A batimetria já foi feita e o resultado é aguardado para "qualquer momento". A dragagem se faz necessária em razão do assoreamento do canal de passagem do porto.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *