CAMPO ABERTO – Lições da universidade do Hambúrguer

Você já ouviu falar da Universidade do Hambúrguer? Ela existe e tem campus no Brasil. E até amanhã reúne especialistas, representantes da indústria e da sociedade na Cúpula de Carne Sustentável da América Latina. A ideia é sair com compromisso para novos encontros, buscando também posicionamento do setor para a Conferência de Mudanças Climáticas (COP 25).

A universidade foi criada nos Estados Unidos pelo McDonald’s.

– Faz parte da estratégia da companhia para usar a escala dela para o bem da sociedade em geral. Além de ser para educação interna, propõe-se a gerar conhecimento e educação para a sociedade – explica Leonardo Lima, diretor corporativo de Desenvolvimento Sustentável na Arcos Dorados, maior franquia independente da rede de fast-food.

Membro da Comissão Executiva do Grupo de Pecuária Sustentável e sócio-diretor da AgroTools, Breno Felix explica que a produção deve ser ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável.

No Brasil, o McDonald’s fez a primeira compra de carne produzida em propriedade sustentável, cerca de 250 toneladas, em 2016.

De lá para cá, o volume quadruplicou, informa Lima.

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora