CAMPO ABERTO – Levemente espraiado

No primeiro levantamento a campo sobre a safra de inverno de 2019, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a área cultivada com o trigo, principal cultura da estação, deve crescer 3% na comparação com o ano passado. A estimativa é de que alcance 702,2 mil hectares ante 681,7 mil hectares em 2018. Da mesma forma, aveia e cevada devem ter área 2% superior à do ciclo anterior. Só a canola tem, neste momento, perspectiva de recuo de 1,1% .

Para Carlos Bestetti, assistente da superintendência regional da Conab no Rio Grande do Sul, a explicação para esse leve avanço do trigo reflete melhora nos preços do cereal. Presidente da Comissão de Trigo da Federação da Agricultura do RS, Hamilton Jardim acrescenta:

– O produtor vai usar parte da lavoura de inverno para tentar buscar renda, diluindo os gastos com as culturas de verão.

As baixas temperaturas e a ocorrência de geadas não preocupam, pelo contrário.

– São condições favoráveis no estágio de desenvolvimento atual das lavouras. No Paraná, como já havia trigo em floração, há projeção de perdas em produtividade. Só ainda não se sabe quanto – pondera Bestetti.

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *