CAMPO ABERTO – Gestão sob medida

Foi a partir da inspiração dos modelos alemão, francês e israelense que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) criou um programa voltado à assistência técnica e gestão das propriedades. O projeto ATeG tem abrangência nacional e ontem foi lançado no Rio Grande do Sul, na Granja Cariola (foto), em Camaquã, por meio do Senar-RS. Atenderá a 3 mil produtores gaúchos. A meta é ampliar para 10 mil no primeiro ano, com 120 mil visitas técnicas de 400 profissionais nas áreas de bovinocultura de corte e de leite, ovinocultura e agricultura.

No país, já soma 100 mil agricultores e pecuaristas assistidos em 25 unidades da federação. O objetivo, segundo Daniel Carrara, diretor-geral da administração central do Senar, é alcançar 300 mil em três anos.

– Há cinco anos, fizemos um diagnóstico sobre as características de renda do produtor. Ficou claro que os bem-sucedidos têm aplicação de tecnologias modernas agregadas à presença grande de conhecimento e uso de técnicas de gestão – conta Carrara.

A entidade buscou modelos que deram certo mundo afora para criar um sob medida para o Brasil. O dirigente explica que a metodologia se aplica a qualquer propriedade. A assistência é gratuita. A seleção é feita por meio dos sindicatos rurais.

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora