CAMPO ABERTO – Geada "do bem" no Estado

– Fazia muito tempo que não tínhamos tanta geada quanto nesse ano – observa Francisco Schardong, dirigente da Federação da Agricultura (Farsul).

Mas ao contrário do que se possa imaginar, a frase não é um desabafo de prejuízos trazidos pelo fenômeno climático. Pelo contrário. A geada, até agora, caiu da melhor maneira possível nos campos do Estado. Combateu o inço nas culturas de inverno, fortaleceu pastagens da temporada fria e ainda exterminou os carrapatos dos rebanhos gaúchos.

Ruim mesmo, alerta Schardong, será se, na sequência do frio, vier um veranico e, em cima dele, nova geada. O ponto crucial é sempre o estágio de desenvolvimento da lavoura no momento em que o fenômeno ocorre.

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *