CAMPO ABERTO – Espaço à paixão

Em evidência no primeiro fim de semana da Expointer, os cavalos crioulos também ganharão destaque no Espaço Cultural, que será inaugurado amanhã no parque Assis Brasil, em Esteio. Sob o comando da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo (ABCCC), reunirá elementos que retratam a paixão pela raça. Entre eles o documentário Em Busca do Cavalo Crioulo, do fotógrafo Fagner Almeida. Durante um mês, ele percorreu países da Europa (Itália, Alemanha, França e Suíça).

A série tem cinco episódios, de 25 minutos cada. O primeiro será lançado no Espaço Cultural na Expointer e contará a história dos italianos com a raça crioula. Os outros quatro devem ser apresentados durante eventos ao longo do ano.

– A criação deles (europeus) é muito familiar. São pequenas chácaras onde as pessoas, normalmente, moram junto, criam e alimentam os animais. O italiano, principalmente, é muito apaixonado pelo cavalo crioulo – diz Fagner, que há quase 10 anos captura imagens da raça.

Em outubro, ele vai expor foto no Museu do Louvre, em Paris.

Segundo o fotógrafo, o cavalo brasileiro é visto por criadores europeus como jogadores de futebol no Exterior. Para eles, o melhor da raça está no sul do Brasil.

– Nunca imaginei que na Europa houvesse tanta gente assim apaixonada por cavalos crioulos – afirma Fagner, que viajou acompanhado da jornalista Júlia de Andrade e do cinegrafista Otávio Ramos.

A grande final do Freio de Ouro, maior prova da raça crioula, ocorrerá no próximo domingo, dia 25, na Expointer, a partir das 13h.

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *