CAMPO ABERTO – ELEIÇÃO DE CHAPA ÚNICA E POLÊMICA

Alçado à condição de presidente da Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil (CNA), com a saída da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para ocupar o cargo de ministra da Agricultura, em 2015, João Martins da Silva Junior tem hoje a chance de conquistar a posição no voto. A entidade reúne-se para a eleição da nova diretoria, com chapa única.

Mas se engana quem pensa que, por isso, a disputa está livre de polêmicas. Há um grupo, o Movimento Muda CNA, que busca, entre outras coisas, a possibilidade de os produtores votarem de forma direta – hoje, são os representantes das 27 unidades da federação que fazem a escolha – e também de uma única reeleição. Sobre o tema, a entidade afirmou que não se manifestaria.

Martins é formado em Administração. Foi dirigente da Federação da Agricultura da Bahia (Faeb) e, desde 2012, ocupava a 1ª vice-presidência da CNA.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *