CAMPO ABERTO – DE MODELO A TODA TERRA

Grupo de 37 uruguaios interessados em conhecer ações bem-sucedidas de agricultores familiares gaúchos esteve recentemente em propriedades da Região Central e do Vale do Rio Pardo. Este é o segundo ano que o Instituto do Rio Negro para o Desenvolvimento Territorial Rural e Águas (Indra), do país vizinho, faz visitas.

Uma das propriedades visitadas foi a de Laurindo Beling, em Agudo. Além da produção diversificada (floresta plantada, peixes, gado e cultivo de grãos), ele e a mulher investiram no aproveitamento da energia solar (foto acima). A família faz parte do Programa Rural Sustentável.

– É voltado a tecnologias de baixa emissão de carbono, práticas conservacionistas – explica Diego Katzer, da Emater, que executa o programa.

Em Agudo, existem 25 projetos aprovados – quatro propriedades como unidades de referência e 21 como multiplicadoras.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *