CAMPO ABERTO – CONHECER PARA PRATICAR

As ações e as regras referentes ao bem-estar animal na produção de carne no Rio Grande do Sul foram temas centrais de treinamento realizado em Marau, no Norte. Organizado em parceria por Ministério e Secretaria da Agricultura, prefeitura municipal e associação comercial, ocurso teve participação de 300 pessoas, incluindo fiscais agropecuários.

– O produtor precisa entender que o bem-estar animal não é um bicho-papão. É algo para melhorar seus resultados. Um manejo mais cuidadoso gera menos acidentes e, por consequência, custos menores – observa Richard Alves, fiscal estadual agropecuário que atua na seção de bem-estar Animal da Secretaria da Agricultura.

Ele avalia que, hoje, os maiores desafios para as boas práticas estão ainda nas propriedades e no caminho até os frigoríficos.

90% é o percentual da área de soja já colhida no Rio Grande do Sul, conforme boletim semanal da Emater. Faltando 10% , muitas lavouras têm obtido produtividades médias entre 65 e 75 sacas por hectare.

Tem mudança, a partir de hoje, no comando da Associação dos Produtores de Sementes do Sul (Apassul). Na presidência, Narciso Barison Neto dá lugar a Arlei Roberto Krüger. e, na diretoria, Antonio Eduardo Loureiro da Silva entrega o cargo, depois de 44 anos, a Jean Carlos Cirino.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!