CAMPO ABERTO – Com a força do sol

Antenada à demanda existente no campo, a Ecosul Energias Renováveis, de Nova Petrópolis, decidiu colocar energia no setor. Vai direcionar esforços para a instalação de placas fotovoltaicas em propriedades e empreendimentos agrícolas.

Do total de 175 projetos da empresa, 20 são focados no meio rural. O objetivo é triplicar este número em até um ano, afirma Alan Spier, sócio-diretor.

Para atingir esta meta, investiu em nova equipe e pretende realizar espécie de "pente-fino" pelo Interior, mapeando locais com potencial. A existência de linhas de crédito específicas para o financiamento de placas fotovoltaicas, a estabilidade no fornecimento de energia e a perspectiva de redução de gastos com luz são razões que alimentam o otimismo.

Hoje, o maior projeto no setor é um aviário em Tupandi, na Serra (foto). Em janeiro, foram instaladas 286 placas de 370 watts no pavilhão, que geram, em média, 11,38 mil quilowatt-hora por mês.

– Quando a luz bate nos painéis, gera eletricidade, que é transferida para um inversor. Ele converte a energia do formato gerado nas placas para a que utilizamos nas tomadas – explica Spier.

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora