CAMPO ABERTO – ASSEMBLEIA, PARTE II

Por unanimidade, deputados aprovaram projeto de lei que, entre outras medidas, amplia a faixa de mar em que fica proibida a pesca com uso de redes de arrasto. Após sanção e regulamentação, a área protegida passará de três milhas náuticas (5,5 km) para 12 milhas náuticas (22,2 km). A intenção é proporcionar reabilitação da vida marinha na área mais próxima da costa gaúcha e, consequentemente, o aumento do estoque disponível para pesca.

A pesca com rede de arrasto captura organismos marinhos sem valor comercial ou em fase de crescimento – o que é proibido. Depois de recolhidas, partes desses peixes, crustáceos e moluscos são descartadas, sem vida.

A lei institui ainda a Política Estadual de Desenvolvimento Sustentável da Pesca. Um dos efeitos é a maior participação dos pescadores gaúchos nas decisões do tema.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *