CAMPO ABERTO – Após vistoria, RS aguarda avaliação

Relatório parcial da auditoria que técnicos do Ministério da Agricultura realizaram no Estado deve sair até o final do mês. A vistoria tem como objetivo avaliar se o Rio Grande do Sul tem ou não condições para deixar de vacinar o rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa. A evolução do status sanitário é vista como oportunidade de acesso a mercados mais restritivos. Mas a medida ainda gera dúvidas entre produtores gaúchos.

Os auditores estiveram durante cinco dias visitando municípios e também a sede da Secretaria da Agricultura. Eventuais apontamentos feitos no relatório parcial poderão ser respondidos, para só então sair a avaliação final. Para poder buscar a mudança, é necessário que o Estado obtenha no mínimo a nota 4 (de 1 a 5). Os 42 pontos avaliados pelos técnicos estão dentro de questionário padrão estabelecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

gisele.loeblein@zerohora.com.br 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora