CAMPO ABERTO – AINDA SOBRE A REFORMA

Ao comentar a proposta da reforma da Previdência, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, avaliou que a idade mínima para a aposentadoria no campo, 60 anos para ambos os sexos, "é ótima".

– Acho que até (a equipe econômica) foi condescendente com os trabalhadores rurais, que não precisarão chegar a 65 anos para homens e 62 para mulheres – afirmou, comparando as idades estabelecidas para os trabalhadores em geral.

Esse quesito, no entanto, é justamente o que mais recebeu críticas de entidades ligadas aos produtores. O fato de haver diferença de idade entre homens e mulheres na cidade e não no campo não faz o menor sentido – pelo menos não há explicação formal para isso.

Em nota, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetag-RS) classificou como afronte e discriminatória a proposta. Acrescentou que o governo "precisa enxergar e entender que não tem como equiparar a idade de homens e mulheres do meio rural".

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora