CAMPO ABERTO – A IMAGEM DA LARGADA

No primeiro final de semana da Expointer (que ocorre de 25 de agosto a 2 de setembro), a feira é a imagem e semelhança do cavalo crioulo. A principal competição da raça, o Freio de Ouro, tem a grande final no domingo. A prova já começou. Ontem foi dia de avaliação morfológica – que representa 37% da média final. Entre as fêmeas, a maior nota ficou com Cambraia Cala Bassa, da Fazenda Cala Bassa, de Bagé: 8,100. Entre os machos, largou na frente Colibri Matrero, com 8,167. O macho da Cabanha La Pacífica, de Paysandu (Uruguai), foi Freio de Ouro na prova da Federação Internacional de Criadores de Cavalos Crioulos (Expo FICCC).

O trabalho desenvolvido pela raça tem atraído olhares internacionais. O advogado argentino Fernando Aguirre, de Córdoba, passa uma temporada no Brasil para aprender mais sobre criação e montaria de cavalos. Ele aproveita a feira para acompanhar a participação do seu mestre no RS, o ginete Zeca Macedo, que participará das competições do Freio de Ouro com quatro cavalos e duas éguas.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *