CAMPO ABERTO – A CHUVA E A FALTA DELA

Boletim conjuntural da Emater confirma que as chuvas recentes no Estado geraram certo alívio aos produtores de soja, amenizando a preocupação com a falta de umidade no solo. No milho, os estragos começam a ser quantificados devido ao período seco de dezembro. A produtividade gira em torno de 6,5 toneladas por hectare. No ano passado, o rendimento médio no Rio Grande do Sul foi de 7,5 toneladas por hectare, conforme a Conab. As precipitações dos últimos dias também atrasaram a colheita.

caio.cigana@zerohora.com.br

CAIO CIGANA

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *