Campanha em defesa do suco de laranja na Rússia

Em sua cruzada para tentar conter a tendência de queda do consumo global de suco de laranja, a Associação Nacional dos Fabricantes de Sucos Cítricos (CitrusBR), que representa as três grandes exportadoras do produto brasileiro (Cutrale, Citrosuco e Louis Dreyfus Commodities), acaba de conquistar o apoio da associação russa de bebidas.

Após reuniões realizadas em meados do mês em Bruxelas durante o evento "Juice Summitt", a entidade, com sede em Moscou, comprometeu-se a incluir em seus investimentos de marketing do ano que vem ações para promover o consumo de suco de laranja tanto na Rússia como na Ucrânia. A verba disponível para essa finalidade nos dois países poderá chegar a € 30 milhões, conforme estima Ibiapaba Netto, diretor-geral da CitrusBR.

Ele lembra que a Rússia é um dos poucos países da Europa que está na contramão da tendência geral de queda do consumo da bebida. O mercado ainda é pequeno, mas não deixa de ser um alento.

Dados compilados pelo Markestrat Uni.Business, centro de pesquisa e projetos com sede em Ribeirão Preto (SP), mostram que o consumo russo de suco de laranja aumentou 34% entre 2003 e 2012, para 68 mil toneladas equivalentes ao produto concentrado e congelado (FCOJ, na sigla em inglês). Nos 40 principais países consumidores, o consumo total somou 2,127 milhões de toneladas em 2012.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3318200/campanha-em-defesa-do-suco-de-laranja-na-russia#ixzz2j1Ahe7xi

Fonte: Valor | Por Fernando Lopes | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *