Cafeicultores se adaptam para evitar contágio da Covid-19 durante a colheita

Medidas de segurança são tomadas nas lavouras e até no processo de contratação de funcionários

07 de junho de 2020 às 09h03

Por Canal Rural

Para garantir uma colheita de café segura, os colaboradores contratados para essa safra neste ano tiveram que se adaptar a uma nova rotina de trabalho para evitar contaminação pela Covid-19.

Entre os 312 hectares de café, no município de Patrocínio, norte de Minas Gerais, antes de começar mais um expediente, é preciso higienizar as ferramentas e o local de trabalho. Outra adaptação necessária para o trabalho foi com a logística e limpeza no refeitório. “Estamos fazendo a limpeza das mesas após a refeição. As cozinheiras também estão trabalhando com luvas e máscaras. Além disso, estamos fazendo turnos alternados para evitar aglomeração”, disse o produtor rural Gláucio de Castro

Na propriedade de Marcus Carvalho, em Soledade de Minas, sul de Minas, o uso de máscaras é obrigatório em todos os setores. Nos talhões, a colheita é feita em ruas alternadas para evitar a contaminação e os funcionários devem manter distância mínima de 2 metros para outros colegas.

A contratação para essa temporada, segundo ele, foi somente com trabalhadores locais. “Seria muito mais seguro se nós trouxéssemos pessoas do nosso município, porque a gente tem condições de segurança maior”, falou..

Os produtores contam com o suporte da empresa de cápsula Nespresso, que distribuiu cartilhas e materiais com orientações para uma colheita segura Segundo o líder do Programa Nespresso AAA Qualidade Sustentável, milhares de pessoas foram atingidas pela iniciativa. “Nós estimamos atingir um grupo direto de 10 mil pessoas, considerando de produtores a funcionários, garantindo uma colheita segura, eficiente e de alta qualidade”, contou.

Fonte: Canal Rural

Compartilhe!