CAFÉ AGRICULTURA NOTÍCIAS – PARA TER INOVAÇÃO – Funcafé dobra recursos para pesquisa agropecuária em 2016

Valor de R$ 10,6 milhões será destinado para 92 projetos da Embrapa

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Maior exportadora de café do país fatura 57% a mais em 2015
CMN distribui R$ 4,6 bilhões para operações do Funcafé em 2016
IBGE: preços incentivam produtores de cacau e café
Genética e manejo alteram teor de cafeína em plantas de erva-mate
Exportação brasileira de café alcança 2,997 mi de sacas em março
Cerca de R$ 10,6 milhões do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) serão destinados à Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária (Embrapa) para 92 projetos do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento do Café (PNP&D). A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda, dia 11. O recurso é 92% maior do que o do ano passado, quando a pesquisa receber R$ 5,5 milhões.

De acordo com o diretor do Departamento de Crédito, Recursos e Riscos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Vitor Ozaki, o PNP&D é um dos maiores programas mundiais de pesquisa de café. Gera conhecimento e tecnologia para todas as etapas da cadeia produtiva, desde o plantio até o consumidor.

Os projetos visam sustentabilidade, redução de custos de produção, redução de efeitos das mudanças climáticas na atividade cafeeira e o incentivo a pequenos e grandes produtores, por meio de estudos de viabilidade econômica, social e ambiental.

A inovação de práticas agrícolas, com o aprimoramento de máquinas para colheita e pós-colheita, também está no PNP&D, assim como a realização de pesquisas de mercado para promoção e marketing nos diferentes mercados.

Para reduzir as perdas da cultura por mudanças climáticas, as pesquisas buscam ainda o desenvolvimento de cultivares resistentes a pragas e doenças, adaptadas às diferentes regiões do país.
 
O programa é coordenado pelo Consórcio Pesquisa Café, que reúne cerca de 50 instituições de ensino, pesquisa e extensão rural localizadas em diversas regiões produtoras do país. Desde sua criação em 1997, já executou cerca de 4.550 planos de pesquisa.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *