Cade aprova sociedade entre Dow e Don Mario em empresa de milho

BRASÍLIA  -  O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição, pelo grupo Dow, dono da Dow Química, de 30% do capital social da  Tecnoseeds Brasil Sementes & Serviços, empresa em fase pré-operacional que será dona de uma planta de processamento de milho.  Os 70% restantes continuarão em poder do Grupo Don Mario (GDM), dono da Brasmax Genética e da Don Mario Sementes.

O grupo comprador está adquirindo  a participação por intermédio da Dow Agrosciences Sementes & Biotecnologia Brasil.

O negócio  não precisou ser submetido ao plenário do Cade. Foi aprovado sem restrições no âmbito da Superintendência Geral do órgão brasileiro de defesa da concorrência, que publicou resumo de sua decisão no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Segundo informação das partes envolvidas ao Cade, a operação vai aumentar  a capacidade de processamento de sementes de milho no Brasil, na medida em que viabiliza investimento na construção da pretendida planta.

As sementes processadas pela  Tecnoseeds serão comercializadas por um “joint venture”  entre o GDM e o Dow cuja criação já tinha  sido aprovada pelo Cade em agosto deste ano.

(Mônica Izaguirre | Valor)

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3296316/cade-aprova-sociedade-entre-dow-e-don-mario-em-empresa-de-milho#ixzz2h8SNZfdg

Fonte: Valor | Por Mônica Izaguirre | Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *