BRF paralisará abates de frango em planta de MT

A BRF vai deixar de abater frangos no frigorífico de Várzea Grande (MT), na região metropolitana de Cuiabá, a partir de agosto. Maior produtora de carne de frango e carne suína do país, a empresa já havia cortado a produção recentemente, com a desativação do abatedouro de aves que tem em Jataí (GO) e a paralisação temporária da unidade de Lajeado, no Rio Grande do Sul.

Os ajustes no parque fabril da BRF ocorrem em meio à conjuntura adversa enfrentada pelo setor, que viu as margens serem pressionadas pela disparada das cotações do milho. A empresa divulga hoje, após o fechamento do mercado, o balanço referente ao segundo trimestre. A expectativa dos analistas é que o lucro líquido da BRF tenha forte queda devido aos preços dos grãos e ao impacto negativo da apreciação do real sobre a rentabilidade das exportações da BRF.

Na unidade de Várzea Grande, a paralisação dos abates de frangos afetará 1,2 mil trabalhadores. A planta, que tem 2,3 mil funcionários, também produz hambúrguer, item que continuará a ser fabricado.

Em nota, a BRF informou que todos os funcionários afetados terão a possibilidade de ser transferidos a outras unidades da companhia, "dependendo da disponibilidade de vagas e posições equivalentes".

No entanto, o presidente do Sindicato das Indústrias da Alimentação de Cuiabá e Várzea Grande (Sintia), Sidney Amorim, avaliou que não há vagas suficientes para remanejar os funcionários para as outras fábricas. "Acredito que só há vagas para uns 10%, e olhe lá", lamentou.

Em todo o Brasil, a BRF emprega cerca de 75 mil funcionários em suas fábricas. A empresa tem 35 unidades industriais no país.

Fonte: Valor | Por Luiz Henrique Mendes | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *