Brasil redobra controle de lácteo

O Ministério da Agricultura (Mapa) vai vigiar fronteiras, portos e aeroportos para impedir a entrada da proteína concentrada de soro de leite da Fonterra. A empresa neozelandesa enviou comunicado às autoridades brasileiras, por meio da embaixada da Nova Zelândia, declarando que três lotes do produto foram contaminados com a bactéria Clostridium botulinum, causadora do botulismo. Mas, de acordo com a empresa, os lotes não foram enviados ao Brasil. Ainda assim, o Mapa orientou fiscais a devolverem produtos fabricados a partir de maio de 2012.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *