“Brasil precisa mostrar ações ambientais concretas para reverter imagem”

O comentarista Benedito Rosa fala sobre a situação envolvendo queimadas e como o governo deve agir

04 de agosto de 2020 às 19h57
Por Canal Rural

Um levantamento da Embrapa Territorial com base em dados de satélites da Nasa mostra que nos sete primeiros meses deste ano houve um aumento de 44% no número de queimadas na América do Sul, em comparação com o mesmo período de 2019.

Segundo a empresa, o maior crescimento de queimadas por razões climáticas foi na Argentina, com 286% de aumento dos focos, seguida pelo Uruguai com 177%. No Brasil, as queimadas cresceram 4%.

O ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura Benedito Rosa acredita que, por trás da pauta, há muito informação de fundo, algumas até com malícia e, por tanto, é importante para o Brasil recuperar a imagem nessa área. “Por parte do governo, o que eu sinto que está faltando são ações concretas para mostrar à sociedade que o governo está fazendo, porque as pessoas reagem avaliando qual entidade está cumprindo o seu papel”, comenta.

“Falta um pouco mais de articulação política, com o Ministério da agricultura e do Meio Ambiente, com os setes países amazônicos que fazem fronteiras conosco para escrever para a sociedade brasileira, quais os atores que estão provocando problemas de ordem ambiental, para que as ações correspondentes possam ser analisadas”, completa.

Benedito Rosa diz que os programas de redução de queimadas devem continuar com seus recursos e avalia que há necessidade de mostrar que os agricultores também se interessam pela pauta e não são responsáveis pelas queimadas ilegais.

Fonte: Canal Rural

Compartilhe!