Brasil negocia exportação de arroz para o México

 

Em contrapartida, o Brasil passaria a importar feijão preto mexicano.
Países terão 90 dias para finalizar avaliações de risco e iniciar o negócio.

Brasil e México estão em vias de entrar em acordo quanto à exportação de arroz brasileiro para o país da América do Norte. Em contrapartida, o Brasil passaria a importar feijão preto mexicano. Em encontro no âmbito da 18ª Reunião Ordinária da Junta Interamericana de Agricultura (JIA), no México, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e o ministro mexicano da mesma pasta, José Calzada Rovirosa, acertaram que os serviços de defesa agropecuária dos dois países terão um prazo de 90 dias para finalizar suas avaliações de risco e iniciar assim o negócio.

A informação foi fornecida, em nota, pelo ministério brasileiro. Para Kátia Abreu, a exportação poderá ajudar a regular o preço interno do arroz, o que beneficiará agricultores brasileiros. "Nós produzimos bastante arroz, mas não exportamos. Isso prejudica o produtor, que sofre todos os anos com preços muito baixos no mercado interno", disse.

Carne de aves
Além disso, Kátia Abreu afirmou a Rovirosa que o Brasil aguarda o envio do relatório final elaborado pela inspeção veterinária mexicana para habilitar 18 novos estabelecimentos abatedores de aves e perus. "Estamos prontos para atender à demanda de vocês", disse a ministra, lembrando da crise no setor avícola dos Estados Unidos, após o surgimento de focos de gripe aviária. Os EUA são os principais exportadores de carne de aves para o México.

Estadao conteudo

Fonte : Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *