Brasil importa mais trigo dos EUA

Regis Filho/Valor / Regis Filho/Valor
"A Argentina demorou para liberar embarques", afirma Saigh, do Sindustrigo

Do início de janeiro até o próximo domingo, 2 de fevereiro, os portos brasileiros terão recebido 544 mil toneladas de trigo do exterior, segundo a agência marítima Williams. No período, os EUA foram os principais fornecedores, à frente de Argentina e Uruguai.

Apesar da volta da Tarifa Externa Comum (TEC) de 10%, o cereal dos EUA representou 42,4% do trigo desembarcado no Brasil no período, ou 231 mil toneladas. A TEC havia sido suspensa em parte do ano passado devido à escassez do cereal no mercado interno e da quebra de safra na Argentina – tradicionalmente, maior fornecedor de cereal para o Brasil.

"As importações americanas ainda foram fortes em janeiro porque a Argentina demorou para liberar as licenças de embarque. Os moinhos precisavam garantir matéria-prima", argumenta o presidente do Sindicato da Indústria do Trigo de São Paulo (Sindustrigo-SP), Christian Saigh.

A americana Bunge foi a companhia que mais importou trigo dos Estados Unidos para ser entregue em janeiro. Foram 141,6 mil toneladas, do total de 231 mil toneladas trazidas dos EUA por todas as empresas.

O Brasil, que é um dos maiores importadores de trigo do mundo, trouxe dos Estados Unidos em 2013 a maior parte do trigo que precisou comprar do exterior. Segundo dados da Secex/MDIC, do total de 7,2 milhões de toneladas do cereal importadas, 3,4 milhões foram de trigo americano. Para não pressionar os preços internos do trigo e de seus derivados, o governo brasileiro isentou a importação do cereal de fora do Mercosul do recolhimento da TEC, até dezembro do ano passado.

Agora em janeiro, com um mês de atraso, o governo argentino liberou a exportação de 1,5 milhão de toneladas. Algumas cargas já entraram no país. Segundo a Williams, foram 137,8 mil toneladas de trigo vindas da Argentina, do total de 544 mil toneladas que desembarcaram no país de todos as origens. De cereal do Uruguai, a Williams informou que já entraram no Brasil 96,3 mil toneladas.

O porto que mais recebeu trigo importado em janeiro foi o de Rio Grande (RS), com 25% do total recebido, seguido do porto de Santos (SP), com 24,6%, segundo a Williams.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3414668/brasil-importa-mais-trigo-dos-eua#ixzz2ryZ5UGkK

Fonte: Valor | Por Fabiana Batista | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *