Brasil enviará comunicado aos EUA contra suspensão de pagamentos ao setor do algodão

Governo brasileiro também criará um grupo de trabalho para estudar a possibilidade de retaliação aos EUA

Divulgação/Sxc

Foto: Divulgação/Sxc

Último pagamento, parcial, foi feito no dia 30 de setembro

O ministro da Agricultura, Antônio Andrade, informou nesta quinta, dia 3, que o Brasil enviará um comunicado aos Estados Unidos "demonstrando indignação" pelo fato de o país ter suspendido os pagamentos mensais ao Brasil como forma de indenização pelos subsídios ilegais concedidos ao algodão. De acordo com o ministro, o comunicado será enviado pelo Itamaraty.

O governo brasileiro decidiu também criar um grupo de trabalho para estudar a possibilidade de retaliação aos Estados Unidos. O grupo deverá concluir a análise até 30 de novembro.

Andrade deu as declarações após reunião da Câmara de Comércio Exterior (Camex), no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Como resultado de um contencioso entre os dois países na Organização Mundial do Comércio (OMC), os EUA se comprometeram fazer o repasse anual de US$ 147 milhões para a conta do Instituto Brasileiro do Algodão, como forma de compensação ao Brasil.

Em agosto, o secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Tom Vilsack, anunciou que o seu país suspenderia os pagamentos, em função dos cortes automáticos de gastos do governo. O último pagamento aos produtores brasileiros foi feito no dia 30 de setembro e foi apenas parcial.

>> Veja mais notícias sobre o setor do algodão

AGÊNCIA BRASIL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *