Bovespa lança novo sistema de financiamento da safra brasileira

CRA funciona com base no mercado de capitais e viabiliza a antecipação de insumos como fertilizantes, defensivos e sementes para o produtor em troca de soja

Mauro Vieira

Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS

Novo sistema foi elaborado para servir como alternativa ao financiamento bancário

A BM&FBovespa lançou nesta quinta, dia 16, um novo sistema de financiamento da safra brasileira. Batizado de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA), o sistema funciona com base no mercado de capitais e viabiliza a antecipação de insumos como fertilizantes, defensivos e sementes para o produtor em troca desoja. No total, o contrato acumulou 2,5 milhões sacas da commodity, que serão entregues pelos produtores no final da safra.
A cerimônia de lançamento foi realizada no prédio da BM&FBovespa em São Paulo, mas os títulos já foram negociados no início deste mês. Quase 400 pessoas, entre produtores e investidores, participaram da oferta pública, que movimentou mais de R$ 85 milhões. A idéia é garantir o custeio antecipado de mais de 100 mil toneladas de fertilizantes para o plantio da próxima safra, que vão ser pagos com sacas de soja. Os contratos já foram fixados em US$ 50,00 a saca de 60 quilos, com taxa de câmbio de R$ 2,00.
A nova forma de financiamento foi criada por meio de uma parceria entre as multinacionais Bunge Fertilizantes e a Syngenta. A administração do contrato financeiro fica sob responsabilidade da Syngenta, que aposta em uma nova oferta pública para a próxima safra. Segundo o presidente da empresa, Laércio Giampani, o sistema foi elaborado para servir como alternativa ao financiamento bancário.
Considerado ainda um projeto piloto, o sistema teve a participação de quatro fornecedoras de insumos da região Centro-Oeste.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *