Bola da vez

Meses atrás, quando o preço da soja disparava para a estratosfera e a euforia tomava conta do Interior, o analista de mercado Farias Toigo surpreendia a plateia de um encontro de agricultores, em Cruz Alta, com a afirmação de que seria uma boa opção plantar milho. De lá para cá, o prognóstico de Toigo, recebido com certa perplexidade, só se confirmou.
É verdade que o clima atrapalhou, mas a escassez de oferta tem garantido boas cotações para o cereal. Ao ponto de outro perspicaz analista, Carlos Cogo, recomendar aos produtores que não desistam do milho, apesar do custo maior (observando, claro, o calendário agroclimático), porque, pondera, o mercado para o cereal se mostra mais favorável do que o da soja.
O pesadelo de avicultores e suinocultores, que estão pagando caro pela ração à base de milho, pode representar a redenção para os agricultores que conseguirem colher uma boa safra do grão.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *