Bônus do PGPAF concede até 68% de desconto nos financiamentos para a agricultura familiar

Agricultores familiares que cultivam açaí, arroz, babaçu, banana, batata, borracha natural, cacau, cana-de-açúcar, cará/inhame, feijão caupi, leite, mamona, maracujá, mel, raiz de mandioca e tomate contam, neste mês, com o bônus de garantia de preço do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) para os financiamentos destas 16 culturas.

Os cultivos inseridos tiveram queda no preço de mercado e por isso, os agricultores que plantam os alimentos têm direito a descontos no pagamento do crédito. Os bônus para algumas culturas chegam a mais de 68%, como é o caso do feijão caupi no estado do Mato Grosso, com desconto de 68,05%. 

O babaçu terá bônus em cinco estados, com desconto de 50,66% em Tocantins, de 43,09% no Maranhão, de 30,92% no Pará, de 16,45% no Piauí e de 1,32% no Ceará.

Os estados que integram a lista deste mês são: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, São Paulo, Santa Catarina, Sergipe, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia e Tocantins.

A dedução vale para o período de 10 de agosto a 9 de setembro e tem como referência os preços praticados no mercado no mês de julho.

O bônus do PGPAF é calculado todo mês pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado pela Sead. A Conab faz um levantamento nas principais praças que integram o PGPAF e comercializam os produtos da agricultura familiar.

Confira a tabela abaixo com os produtos e estados contemplados:

Para acessar a portaria, clique aqui.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário

Ubirajara Machado

Fonte : MDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *