BNDES concede R$ 6,4 milhões para produção de mexilhões em SC

Reuters

RIO  -  O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a concessão de financiamento de R$ 6,4 milhões à Cavalo Marinho Criação e Beneficiamento de Frutos do Mar, do Grupo Leardini, para a implantação de processo de mecanização no cultivo e beneficiamento de mexilhão em Palhoça (SC).

O apoio do banco, no âmbito das linhas BNDES PSI e BNDES Inovação, representa 90% do valor a ser investido no projeto, que tem como objetivo viabilizar a produção do molusco em escala. A nova tecnologia, inédita no Brasil, mas empregada em diversos países exportadores, substituirá os tradicionais métodos artesanais, pouco produtivos e custosos.

“Com a implantação dessa tecnologia, a empresa espera poder reduzir significativamente o custo do produto no mercado interno e tornar-se competitiva no mercado internacional, abrindo oportunidade de exportação”, diz a nota divulgada pelo banco de fomento.

Atualmente, a empresa emprega diretamente 50 funcionários e gera, indiretamente, 180 postos de trabalho. Esses quadros serão ampliados para 60 e 500, respectivamente, durante o processo de implantação do projeto, que deve levar de 15 a 18 meses, chegando a 70 empregos diretos e 1.100 indiretos após a conclusão, segundo o BNDES.

(Rafael Rosas | Valor)

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3293236/bndes-concede-r-64-milhoes-para-producao-de-mexilhoes-em-sc#ixzz2gl3bKfHR

Fonte: Valor | Por Rafael Rosas | Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *