BIOSSEGURANÇA | Alerta para a diarreia suína

Um encontro realizado ontem, em Lajeado, debateu os cuidados necessários para evitar a entrada da diarreia suína epidêmica (PED, na sigla em inglês) no Brasil. Com a participação de veterinários, representantes de empresas e entidades, o evento propôs recomendações de biossegurança, especialmente voltadas ao período da Copa do Mundo. Segundo o presidente do Fundesa, Rogério Kerber, a competição esportiva traz uma preocupação adicional devido ao ingresso de estrangeiros no país, mas o ponto central é a ocorrência já registrada do evento sanitário em países da América do Norte e América do Sul. ‘O principal pilar para evitar a contaminação da produção nacional é reforçar as condições de biossegurança, impedir visitas e ‘blindar’ os estabelecimentos produtores de todas as formas possíveis e imagináveis, uma vez que a doença tem um alto grau de transmissibilidade,’

Ao final do encontro, foi produzida nota técnica, que recomenda que o ingresso de animais de outros estabelecimentos deve ser de origem certificada.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *