BB revisa seguro para atender a todo o país

Fonte:  Correio do Povo

Informação de que RS ficaria de fora do incentivo causou forte reação

O Banco do Brasil (BB) voltou atrás e decidiu não só incluir o Rio Grande do Sul no novo seguro rural para a safra 2011/2012, mas também estendê-lo a todo o país. Ontem, o Correio do Povo publicou matéria sobre a exclusão do Estado do Seguro Faturamento, voltado para a soja, que cobrirá até 70% da receita projetada, além da quebra por problemas climáticos. A notícia causou forte reação, reconhece o gerente de Mercado do Agronegócio da Superintendência Estadual do BB, João Paulo Comerlato. Segundo ele, a alteração atende à reivindicação do agronegócio. A oscilação de preço e as dificuldades logísticas eram os argumentos da instituição para que fossem contemplados apenas Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.
A expectativa do BB é que a produção segurada atinja a soma de R$ 500 milhões, dos quais R$ 100 milhões para o Estado. Com isso, o projeto passa a ter abrangência nacional para a soja. Na próxima safra, a ideia é estender a modalidade a outras culturas. "Esperamos uma boa procura. Se o produtor fizer o cálculo e chegar à conclusão do custo-benefício, vai aderir." O seguro terá subsídio federal de 50% do valor do prêmio da apólice, além de isenção de IOF.
O presidente da Comissão de Crédito da Farsul, Elmar Konrad, avaliou como positiva a mudança de postura do banco, mas destacou que vai ficar atento aos detalhes. "É mais uma opção, que vem ao encontro de uma necessidade do setor."
Ontem, o BB também anunciou que terá R$ 45,7 bilhões para crédito rural em 2011/2012. O valor é 17% superior ao da safra passada. A agricultura familiar terá R$ 10,5 bilhões, e a agricultura empresarial, R$ 35,2 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *