Banrisul adia custeio de triticultores

Depois do Banco do Brasil, ontem foi a vez do Banrisul prorrogar o prazo de pagamento do custeio de trigo da parcela a vencer em janeiro. O agricultor empresarial poderá pagar em abril e o médio produtor em março. Já o agricultor enquadrado no Pronaf poderá estender o pagamento também para março, desde que não tenha prorrogação da safra 2010/2011. Os clientes já podem procurar agências.
De acordo com o diretor de Crédito do Banrisul, Guilherme Cassel, a iniciativa dará fôlego aos 1,6 mil produtores com dificuldades para comercializar a safra. Cassel informa que, para os agricultores que não prorrogarem a operação de custeio, o banco oferece como alternativa o EGF, com prazo para pagamento de até seis meses. "O Banrisul quer estar ao lado do produtor, nas horas boas e nas horas ruins", salienta Cassel.
A outra boa notícia para o setor será confirmada na semana que vem. Segundo o deputado Luis Carlos Heinze, o governo federal lança, na terça-feira, edital para o leilão de PEP para 350 mil toneladas da região Sul. Ao confirmar a intenção, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, disse que, após esse primeiro leilão, haverá uma nova avaliação do mercado. O setor conta com operações para o total de 1 milhão de toneladas, diz Heinze.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.