Banco do Brasil libera R$ 162 milhões para o Programa ABC em seis meses

Linha de financiamento para agricultura sustentável soma quase 600 contratações desde julho de 2011

por Globo Rural On-line

 Shutterstock

Desde julho de 2011, o Banco do Brasil (BB) realizou mais de 580 operações pelo programa federal Agricultura de Baixo Carbono (ABC). Segundo o BB, esse volume de contratações foi possível por conta do forte investimento na qualificação de técnicos, que foram capacitados em parceria com o Ministério da Agricultura e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para a elaboração de projetos técnicos do Programa ABC.
Para o vice-presidente de agronegócios e micro e pequenas empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias, a estratégia é dinamizar o desempenho do programa. “Mobilizamos nossa equipe técnica, visitamos nossa rede de agências, fizemos reuniões para difundir o ABC entre os produtores. O Banco do Brasil está colocando um financiamento que vai ser, sem nenhuma dúvida, a próxima onda do desenvolvimento de uma agricultura mais produtiva com mais preservação”, afirma.
Para promover a melhoria da competitividade da agricultura brasileira e contribuir para a redução do desmatamento, a linha oferece recursos com encargos financeiros de 5,5% ao ano e o prazo de financiamento pode chegar a 180 meses. Os produtores rurais podem financiar até R$ 1 milhão em cada ano safra, independentemente de outros créditos rurais já tomados.
O orçamento total do BB para o Programa ABC na safra 2011/2012 é de R$ 850 milhões. A iniciativa apoia projetos destinados à recuperação de áreas degradadas, implantação de sistemas de integração lavoura-pecuária, lavoura-floresta, pecuária-floresta ou lavoura-pecuária-floresta, implantação e manutenção de florestas comerciais ou àrecomposição de reserva legal ou de áreas de preservação permanente, implantação de sistemas orgânicos de produção agropecuária, sistemas de plantio direto na palha e de tratamento de dejetos e resíduos.

Fonte:  Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *